Quem somos

  Enquadramento legal do CRTIC       

         A criação de uma rede nacional de Centros de Recursos em Tecnologias de Apoio à Educação Especial decorre de uma política de inclusão dos alunos com Necessidades Educativas Especiais, de carácter prolongado, no ensino regular e da medida inserida no Plano de Acção para a Integração das Pessoas com Deficiência ou Incapacidade, da criação de 25 Centros de Recursos em Agrupamentos de escolas.

          O 1º Plano de Acção para a Integração das Pessoas com Deficiências ou Incapacidade foi publicado em Diário da República em 21 de Setembro de 2006, através da Resolução do Conselho de Ministros Nº 120/2006.

          A identificação dos Agrupamentos de escolas onde se encontram sedeados os Centros de Recursos foi feita pelas Direcções Regionais de Educação, tendo em conta critérios definidos a nível central, tais como distribuição geográfica nacional, localização central e fácil acesso de transportes, acessibilidades arquitectónicas da escola, concentração de alunos com NEE, docentes da Educação Especial.

Atribuições do CRTIC

  • Avaliação dos alunos com NEE, de carácter prolongado, para fins de adequação das tecnologias de apoio às suas necessidades específicas.
  • Informação/formação de docentes, outros técnicos e famílias no que respeita as novas tecnologias de apoio na educação especial
  • Promoção de encontros , workshop, entre outras formações, no âmbito da educação especial
  • Criação de parcerias que enriqueça o CRTIC
  • Troca de experiências com outros Centros de Recursos TIC para a Educação Especial
  • Articulação local com os serviços de saúde e da segurança social, Instituições de Ensino Especial, Autarquias, Instituições do Ensino Superior e entidades vocacionadas para as NEE em geral.
  • Sensibilização de empresas/serviços públicos para a admissão de alunos em programas de transição para a vida activa.
%d bloggers like this: